25 de fevereiro de 2019

A "escolha" da docência

Durante a Jornada pedagógica de umas das 3 escolas em que trabalho, um palestrante disse :
"Você escolheu ser professor, ninguém está aqui obrigado, você sabia das reais condições de trabalho, não gosta disso, vai ser motorista de uber."
Como eu sabia que não valia a pena começar a discutir com ele sobre aquela fala eu fiquei calada, ele, um homem branco não iria facilmente entender a minha realidade.
Quando eu estava no 3º ano do ensino médio as vésperas do vestibular, tinha plena consciência de que se eu não passasse em um Universidade pública meus pais não teriam condições de pagar uma faculdade particular e muito menos eu poderia me dar ao luxo de pensar, "ah eu não passei agora, tudo bem, eu vou ficar um ano fazendo cursinho e me preparando melhor e ai eu passo". Não, meus pais também não teriam condições de pagar um cursinho pra mim. Então a opção era escolher um curso onde eu tivesse reais chances de ser aprovada e um curso onde eu tivesse boas chances de conseguir emprego rápido depois de formada. Meu desejo era ser jornalista, mas eu olhava na televisão e não via mulheres com o mesmo biotipo que o meu, na época eu ainda não me reconhecia como uma mulher negra, eu não tinha consciência racial ou de classe, mas eu pensava, ok eu posso conseguir.
Eu prestei vestibular para Jornalismo na Universidade Federal do Pará e para Licenciatura em Ed. Física na Universidade Estadual, fui aprovada em Ed. Física, nas primeiras semanas de aula, quando todos os professores perguntavam, "Por que você escolheu Ed. Física?" meus colegas respondiam coisas do tipo "Meus pais são professores", "Eu gosto de esportes", "Quero ter minha academia" e eu respondia "Era o curso onde eu tinha nota pra ser aprovada". Durante a palestra tudo isso passou pela minha cabeça bem rápido, então não senhor palestrante eu não escolhi ser professora, essa foi a opção que eu tive.

Ao longo do curso eu descobri a Professora que existe em mim, e sem falsa modéstia eu sou uma ótima professora, é minha Profissão, minha Vocação e a minha missão, mas não é a minha Paixão. De acordo com meu colega palestrante eu deveria apenas abandonar o emprego e virar motorista de uber, mas com que carro querido colega? Quem arcaria minhas despesas, as despesas da casa da minha mãe que eu ajudo a bancar enquanto eu persigo meus sonhos? Eu deveria abandonar a docência ao invés de reclamar das precárias condições estruturais das escolas onde eu trabalho e do salário vergonhoso que nós recebemos, isso sem falar em toda a carga de trabalho extra não remunerado que nós temos. Tudo isso é revoltante, irritante e desestimulante, faz com que todos os dias eu tenha vontade de abandonar a docência e viver de qualquer outra coisa.

Duas coisas ainda me prendem a docência, a necessidade de sobrevivência e pagar minhas contas é uma delas e como eu disse essa é a minha missão. Esse desabafo começou com um pequeno pensamento que eu precisava externar por que estava me sufocando, surgiu durante uma pesquisa de conteúdo e imagens que eu faço para todas as minhas aulas. O primeiro conteúdo que eu trabalho todo inicio de ano letivo com meus alunos é IGUALDADE DE GÊNERO E FEMINISMO, quando eu estudava eu não tive um professor ou professora que falou comigo sobre Feminismo ou sobre igualdade de gênero e hoje eu sei que a minha desconstrução poderia ter sido muito mais cedo e muito fácil se isso houvesse acontecido na escola. Esse ano eu vou focar em SORORIDADE e no papel dos homens dentro do feminismo, a minha missão como professora é ser para os meus alunos a professora que eu não tive, ensinar eles a serem críticos, conscientes e politizados como eu não fui na idade deles. Na atual conjuntura do nosso país isso se faz urgente.

Obrigada aos que leram até aqui.

24 de janeiro de 2017

Anime Geek 2016

Tá tá bom eu sei que o post tá atrasado, que faz quase um século que eu não posto nada... mais é que nessa minha onda de preguiça pra bater fotos eu não tive nenhuma foto da Sala Lolita que organizamos no Anime Geek então tive que esperar a organização postar as fotos do evento e ainda tem coisa faltando. 

MUITO OBRIGADA A TODOS QUE AJUDARAM NA REALIZAÇÃO DA SALA LOLITA DO GEEK 2016

São muitos nomes e eu não quero esquecer de ninguém, mas do fundo meu coração agradeço a todos.


A temática da nossa sala foi Alice no País das Maravilhas, eu sempre quis organizar algo nesse tema, mas nunca dava certo, a sala ficou absolutamente linda, superou todas as minhas expectativas de decoração, cada um fez um pouco todo mundo ajudou mas a Lary Sasaki, a garota parece uma impressora 3D humana, eu mostrava as coisas pra ela e ela dizia "Ah tá blz da pra fazer", daí ela ia lá e fazia enquanto eu ainda tava tentando achar a ponta da fita crepe, ainda levou uma amiga no mesmo nível a Ellami, as coisas que eles fizeram ficaram tão lindas que eu fiquei com vergonha das minhas artes e nem tentei mais fazer. Esse foi o primeiro ano que conseguimos deixar a sala completamente decorada um dia antes do evento, e muito disso também devemos a Regina que emprestou metade da sala da casa dela pra montarmos o cenário de fotos. 

Essas fotos  são da própria página do Anime Geek, algumas são da Câmera da Maya.

 

 
Nas fotos aqui de cima vocês podem ver uma parte da decoração pelas paredes, o mesanino e nossos visitantes se divertindo no just dance e comendo as comidas gostosas da sala. Aqui em baixo tem a nossa área de vendas com nosso bazar  e a bunda da Mayra aparecendo nessa calça colorida.

 

  


O evento aconteceu em dos dias, no sábado cada uma foi com algo um outfit temático mas nada em especifico, no domingo nós determinamos os personagens pra inspiração, e ficou muito legal, uma pena não termos conseguido todos os personagens e que a Lary, nossa tuelha não estivesse na sala na horas dessas fotos aqui de baixo, tirando isso e pela parte que os fotógrafos do evento nos colocaram no álbum de cosplays, o resto foi legal.



Fato engraçado que aconteceu na sala: Eu estava no caixa no domingo toda gatona de rainha de copas e um cara veio todo tímido perguntar se eu tinha namorado, a vontade que deu foi de responder "Maninho não te ilude que nada do que tu tá vendo aqui é real, é tudo fake, olho, cabelo, essa pele shaushaushaushaushas, mas eu só sorri e respondi, tenho sim" Fico imaginando a cara dele se me visse sem tuuuuuuuudo isso, a maioria das pessoas nem me reconhece.

Apesar de termos deixado tudo pronto e de o evento ter sido fraco no sentido de público no primeiro dia, no sábado, as coisas foram bem corridas, não consegui tempo pra me arrumar devidamente e ficou bem capenga o outfit, eu não usei esse tênis da foto eu estava com um tea party preto, essa foto é do final do evento, mas acho que eu usaria esse tênis na boa por que ele é muito confortável.


Agora sobre o outfit de domingo... Eu fiquei tão feliz com ele. Eu mesma fiz a coroa e o cetro e pasmem, eu fiz os acabamentos decentes, da coroa não mas do cetro sim. O Vestido e a saia de chiffon de cima eu emprestei da Gabs, e eu estava me sentindo a RAINHA DE COPAS LOUCA! Mandando cortar todas as cabeças, shaushaushaushas


Meus amores eu fiz esse post por desencargo de consciência xD
Beijos e até a próxima!

19 de dezembro de 2016

Meeting de Natal

Finalmente, depois de três anos eu consegui participar de um Meeting de natal junto com o grupo, só não consegui usar lolita, mas pelo menos consegui estar junto dos amigos, participar do amigo invisível, fazer umas zueiras no xopis e foi bem legal.

Obrigada meninas por compartilharem as fotos no grupo do wpp, só assim que consegui fazer o post, preciso urgente de uma câmera que caiba nas minhas bolsas e eu não tenha preguiça de carregar por ai.  


A Gabs do Coelha do Carmo e eu chegamos bem atrasadas (conta uma novidade) e eu precisei sair bem cedo por que ainda tinha um baby chá do outro lado do mundo pra ir (mentira só era um pouco longe), mas consegui matar um pouco a saudades de Meeting despretensiosos e divertidos, no halloween eu não estava me sentindo muito bem então, não conta. 

  

  
  
 
 
 Aquele momento em que se você tivesse combinado com a pessoa de ir de coelho no meeting de natal não teria dado certo, e acabou rolando essa duplinha super ao acaso.

 
 Momento um milhão de pessoas que brotam do chão na sua selfie.

Miga faz pose de manequim...

AVISO CENAS FORTES!
DIREÇÃO PERIGOSA PODE CAUSAR GRAVES ACIDENTES

 

Aceitando a sugestão da Denize Mesquita para legenda. 
Fiquei em dúvida quanto ao verbo Agir e fui pesquisar conjugando no presente do subjuntivo "que eu o aja naturalmente" Esses foram R$ 15,00 golpinhos muito bem gastos e 8 minutos muito divertidos, só de ver a cara das pessoas quando a gente passava nesse negócios.
  
 
Vejam a expressão de felicidade no rosto de um criança plenamente feliz!
 
Nesse meeting eu resolvi usar um Mori-Lolita-Normal-Kei... ou seja, nenhum estilo definido ou identificável mas eu tava fofinha com meu vestido de bambi e pronto!

 Amados e raríssimos leitores, muito obrigada pela companhia, desejo a todos um
FELIZ NATAL!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...